Saltar para o conteúdo
EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish

Casa do Menino de Deus

A Casa do Menino Deus é uma Instituição Particular de Solidariedade Social localizada na Rua Dr. Manuel Pais, 273, 4750-317, Barcelos. Procurando dar resposta às necessidades do meio envolvente, a Casa do Menino Deus dispõe, atualmente, de:

  • Lar de infância e juventude (LIJ) – com capacidade para acolher 45 crianças ou jovens. As vagas do lar de infância e juventude destinam-se à admissão de crianças de ambos os sexos com idades compreendidas entre os 4 meses  e os 18 anos. Em casos especiais, ponderados e homologados pela Direção, poderão permanecer até ao limite máximo de 21 anos completos (ex.: se o(a) jovem mostrar um desejo cimentado de um projeto de vida de autonomia; para terminar estudos de nível secundário/superior ou formação profissional).
  • Pré-escolar – com capacidade para 175 crianças, desde os 3 anos de idade até à entrada para o 1º CEB; Creche – capacidade para 100 crianças, com idades compreendidas entre os 4 meses e os 3 anos de idade;
  • Colégio da Casa do Menino Deus – Escola Particular e Cooperativa de 1º Ciclo, para 192 alunos.

 

Visão

A Visão da Casa do Menino Deus assenta no desenvolvimento e aperfeiçoamento técnico, integrando novas metodologias de trabalho aplicadas às respostas sociais que integra.

Aposta na avaliação contínua de forma a sistematizar os procedimentos e resultados numa transparência responsabilizada.

A par da corresponsabilização de todos os atores e parceiros do desenvolvimento é fundamental a envolvência e participação livre e solidária de toda a comunidade envolvente, como principal agente de mudança.

Os serviços de proximidade, o trabalho em rede, as parcerias, a procura do bem estar e de maior nível de qualidade de vida das populações serão metas que pretendemos continuar a alcançar.

Assim:

– Assumimo-nos como organização de referência a nível local e regional através das respostas sociais e formativas ajustadas às necessidades e exigências do tecido socioeconomico e cultural das populações que servimos;

– Promovemos e valorizamos os recursos endógenos, relevando a importância do património cultural e do ambiente.

 

Missão

A Missão define a filosofia organizacional da Instituição. Visa garantir o desenvolvimento do processo educacional, à luz dos princípios éticos e cristãos. Aposta na formação harmoniosa e integral das crianças e jovens, através de uma pedagogia inovadora contribuindo para a formação de cidadãos solidários, abertos aos novos desafios do mundo em constante mutação.

Tendo em conta a missão anteriormente descrita, é filosofia da Instituição orientar-se por valores que lhe são comuns e partilhados por todos os colaboradores. Todas as pessoas envolvidas devem estar conscientes que o seu comportamento é exemplo determinante para a prossecução dos objetivos a que a Instituição se propõe.

 

Valores

  • Princípio do respeito pelo interesse da criança/jovem – e consequente personalização do atendimento. Atendendo ao caráter único e específico de cada caso, é valorizado o processo de comunicação com a criança, estabelecido de forma calma, carinhosa, segura e sensível aos seus sentimentos ou necessidades pessoais.
  • Princípio da prevalência da família – no sentido de potenciar as medidas que concorrem para a integração da criança e/ ou jovem na família, como forma de evitar a rutura dos laços familiares.
  • Princípio da Justiça, Verdade, Amor, Paz e Confiança – A justiça, a Verdade, o Amor a Deus, à família, aos Colegas, a Paz e a Confiança são valores básicos e fundamentais sobre os quais assentam todas as nossas relações.

Princípio do Direito à Liberdade, ao Respeito e à Dignidade Humana:

  • O direito à liberdade compreende, entre outros aspetos: o direito de opinião e expressão, a participação na vida comunitária e a participação política.
  • O direito ao respeito consiste na inviolabilidade da integridade física, psicológica, moral, abrangendo a preservação da imagem, da identidade, da autonomia, dos valores, das ideias, das crenças, dos espaços e dos objetos pessoais.

É dever de todos zelar pela dignidade da criança e das jovens, colocando-as a salvo de qualquer tratamento desumano, violento ou constrangedor.

 

Site institucional: http://www.meninodeus.pt/

Regulamentos | Ação Social

Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo  do Município de Barcelos

Com o presente regulamento, o Município de Barcelos estabelece as regras de atribuição de bolsas de estudo a estudantes do concelho, mais desfavorecidos economicamente, com o objetivo de reduzir as dificuldades socioeconómicas e contribuir para o desenvolvimento educacional e a elevação cultural do concelho de Barcelos. Encontra-se publicado no Diário da República, 2ª série, º 163, de 21 de Agosto de 2015, pág. 24014 e seguintes. A alteração agora introduzida no Anexo I do regulamento, e que dá origem à atual versão de 2017, foi publicada no Diário da República, 2ª série, nº 158, de 17 de Agosto de 2017, pág. 17839.

Lista de Ficheiros

Ficheiro Descrição Tamanho
pdf Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo do Município de Barcelos versão 2017.1
79 KB

Regulamento Municipal de Apoio ao Arrendamento Habitacional do Município de Barcelos

Com o presente regulamento , o Município de Barcelos define as regras e os procedimentos a observar no apoio ao arrendamento habitacional do Município de Barcelos, visando apoiar as famílias na satisfação das suas necessidades habitacionais. Encontra-se publicado no Diário da República, 2ª série, nº 54, de 17 de Março de 2016, pág. 9525 e seguintes. A alteração agora introduzida na redação da epígrafe e do nº 1 do artigo 6º, e que deu origem à atual versão de 2017, foi publicada no Diário da República, 2º série, nº 158, de 17 de Agosto de 2017, pág. 17838.

Lista de Ficheiros

Ficheiro Descrição Tamanho
pdf Regulamento Municipal de Apoio ao Arrendamento Habitacional do Município de Barcelos Versão 2017.1
91 KB

Regulamento Municipal de Apoio à Habitação Social do Município de Barcelos

Com o presente regulamento, o Município de Barcelos estabelece um conjunto de regras e de procedimentos de apoio às famílias na satisfação das suas necessidades habitacionais. Encontra-se publicado no Diário da República, 2ª série, nº 104, de 31 de Maio de 2016, pág. 17065 e seguintes. A alteração agora introduzida à redação da alínea i) do artigo 8º, que dá origem à atual versão de 2017, foi publicada no Diário da República, 2ª série, nº 158, de 17 de Agosto de 2017, pág. 17839.

Lista de Ficheiros

Ficheiro Descrição Tamanho
pdf Regulamento do Apoio à Habitação Social do Município de Barcelos Versão 2017.1
116 KB

Regulamento Municipal de Apoio a Projetos Sociais do Município de Barcelos

Com o presente regulamento, o Município de Barcelos estabelece as regras e os procedimentos de candidatura e avaliação de projetos sociais, com vista a apoiar os munícipes e agregados familiares ao nível da saúde oral, ocular, auditiva e de imagem, mormente, dos agregados familiares mais carenciados. Encontra-se publicado no Diário da República, 2ª série, nº 252, de 28 de Dezembro de 2015, pág. 37833 e seguintes. A alteração agora introduzida na alínea d) do nº 1 do artigo 6º, que dá origem à atual versão de 2017, foi publicada no Diário da República, 2ª série, nº 158, de 17 de Agosto de 2017, pág. 17839.

Lista de Ficheiros

Ficheiro Descrição Tamanho
pdf Reg. Apoio Projectos Sociais Versão 2017.1
65 KB

Regulamento de Voluntariado

Com o presente Regulamento pretende-se defnir as linhas orientadoras para a criação de um Programa de Voluntariado no concelho de Barcelos, visando regulamentar a participação de voluntários em actividades, acções e projectos, entre outras, de natureza educativa, cultural e da acção social desenvolvidas pela Câmara Municipal de Barcelos, de modo a estimular o voluntariado e a contribuir para a formação social e cultural dos participantes.

Lista de Ficheiros

Ficheiro Descrição Tamanho
pdf Regulamento de Voluntariado 104 KB

2019 - Todos os Direitos Reservados - Município de Barcelos | Política de Privacidade | Desenvolvido por DMT

Tamanho da Fonte