Você está aqui: Entrada Notícias Notícias em rodapé Projeto “Canecas” promove a Inclusão social

Projeto “Canecas” promove a Inclusão social

O Projeto "Canecas”, do Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho, foi hoje apresentado na EB 2, 3 Rosa Ramalho, em Barcelinhos, e contou com a presença da Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro. A apresentação começou com a atuação musical da aluna Laura Oliveira, que recentemente ficou apurada para a final do programa televisivo “Got Talent” e com alunos do 9º ano que cantaram o Hino da escola. Os discursos ficaram marcados pelas palavras "inclusão", "artesanato" e "Caminhos de Santiago".

O Projeto "Canecas”, do Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho, foi hoje apresentado na EB 2, 3 Rosa Ramalho, em Barcelinhos, e contou com a presença da Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro. A apresentação começou com a atuação musical da aluna Laura Oliveira, que recentemente ficou apurada para a final do programa televisivo “Got Talent” e com alunos do 9º ano que cantaram o Hino da escola.

O "Canecas" é um projeto interdisciplinar e comunitário que cruza três ideias-chave: a inclusão social, a promoção do artesanato e dos produtos locais e a cooperação com o Caminho de Santiago. No entanto, o principal objetivo passa por proporcionar experiências significativas aos alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE), que possam promover a autonomização e o desenvolvimento de competências ligadas ao mundo do trabalho.

Na passagem por Barcelinhos, os caminheiros de Santiago vão poder levar uma recordação única: canecas desenhadas pelos alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE) do Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho. Produzidas no concelho, as peças de cerâmica serão totalmente personalizadas pelos estudantes e posteriormente colocadas nas escolas, à mercê dos caminheiros, todas as manhãs de terça-feira, a partir de abril. Além das canecas, o projeto envolve ainda a produção e a promoção de bolachas, chás, compotas e ervas aromáticas.

O projeto conta com o apoio do Município de Barcelos, da EDP Solidária, entre outros desenvolvendo-se numa lógica de trabalho em rede com múltiplas instituições do domínio educativo.