Você está aqui: Entrada Notícias Arquivo de Notícias 2017 Agosto Jovens de Barcelos levam artesanato à Costa Rica

Jovens de Barcelos levam artesanato à Costa Rica

Dois jovens de Barcelos vão estar até amanhã, dia 10 de agosto, na Costa Rica, a representar o Município. Tudo porque o Museu de Olaria de Barcelos integra o projeto internacional EU-LAC MUSEUMS, que promove relações entre a Europa e a América Latina na área da Museologia Comunitária. Ana Lúcia Fernandes e Bruno São Bento, descendentes de famílias de oleiros e elementos do grupo “Sons de Barro”, da Banda Musical de Oliveira, estão a partilhar experiências com outros jovens de todo o mundo dando a conhecer, em simultâneo, a arte popular de Barcelos.

O Museu de Olaria de Barcelos integra o grupo dos três museus municipais portugueses que, a par com o Museu da Chapelaria de S. João da Madeira e o Museu de Penafiel, está a representar Portugal neste projeto internacional que envolve oito países. A nível internacional o projeto é coordenado pela Universidade de St. Andrews, na Escócia, e a nível nacional pela Universidade do Porto, através do departamento de Museologia.
A equipa portuguesa, constituída pelos jovens que representam os três Museus Municipais, em conjunto com a equipa da Escócia, está na Costa Rica, desde 24 de julho, para partilhar questões e experiências relacionadas com a cultura património e identidade das diferentes comunidades.
Recorde-se que, em janeiro deste ano, a Vice-Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Armandina Saleiro, esteve presente na assinatura dos protocolos de colaboração entre a Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), o Município de Barcelos, o Município de Penafiel e o Município de São João da Madeira, e, na altura, salientou a importância destes intercâmbios que "ajudam a promover e a divulgar a cultura local".
Com a temática “Museus e Comunidade: Conceitos, Experiências e Sustentabilidade na Europa, na América Latina e Caribe”, o EU-LAC MUSEUMS pretende criar um diálogo e cooperação sustentáveis entre as universidades, museus e comunidades da região e contempla um programa de mobilidade entre os países participantes para jovens com idades compreendidas entre os 15 e os 17 anos.

classificado em: